segunda-feira, 24 de setembro de 2007

DOENÇAS E EPIDEMIAS

As doenças na África causam polêmicas infinitas por todo o mundo. Sabemos que elas não são um problema exclusivamente de saúde, elas estão associadas a outros setores sociais. Parte desses problemas tem a ver com a pobreza e ignorância e a resposta passa também pela educação, transparência e boa forma de governar.

O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), o coreano Wook Jong-Lee, criticou a "lentidão" dos líderes mundiais no combate às doenças na África, defendendo mais investimentos para o setor: “A demora da resposta mundial contra as doenças na África contrasta com a necessidade da população de ter acesso a saneamento básico”.
Algumas das doenças presentes na África, como a malária, que tem na região 90% de todas as mortes causadas por si, podem ser prevenidas e são curáveis, mas continuam causando mortes devido ao limitado acesso aos cuidados sanitários. Já a Aids, que infecta 30 dos 800 milhões de habitantes africanos e um terço das pessoas portadoras de todo o mundo, poderia ser prevenida se o governo se voltasse mais para a educação e informação da população.
A ONU alerta para a vulnerabilidade das mulheres africanas diante da doença. A maioria delas contrai o vírus em idade inferior à dos homens. A média de infecções com o HIV no continente é de 36 mulheres para cada dez homens. Em 2005, das mais de 17 milhões de portadoras no mundo, mais de três quartos viviam na África subsaariana.
A epidemia afeta o desenvolvimento econômico e demográfico da região. Estima-se que em 2012 o Produto Interno Bruto (PIB) da África do Sul, por exemplo, seja 17% inferior caso o país não enfrente a epidemia. Também está prevista uma queda na expectativa de vida para 45 anos na África meridional entre 2005 e 2010.
Além disso, apesar de a África ser o "epicentro mundial da epidemia", segundo a ONU, apenas 810 mil pessoas recebem tratamento anti-retroviral na região subsaariana. Cerca de 5 milhões de portadores precisam de atendimento.
Na luta contra a aids em 2005 foram investidos US$ 8,3 bilhões e o cálculo é de que em 2006 serão destinados US$ 8,9 bilhões para combater a doença. No entanto, a ajuda está longe dos US$ 14,9 bilhões que a Unaids considera necessários. Do total, 55% teriam que ser destinados apenas para a África, segundo o mesmo relatório.
Mas além da aids e da malária, a região africana é também afetada por outras doenças como a doença do sono que ameaça mais de 60 milhões de pessoas em 36 países da África subsaariana e a também a hanseníase que atinge mais de 6% da população, somando 690 milhões de pessoas. A tuberculose é outra, que apesar de ser fácil de ser combatida, mata anualmente meio milhão de pessoas no continente, sobretudo os mais pobres.
Por fim, deixo uma frase dita pelo Presidente moçambicano, Armando Guebuza: "a magnitude dos problemas com que a África se debate, ultrapassa, de longe, a sua capacidade de enfrentá-los".E aos países desenvolvidos? Assumam suas responsabilidades no incremento da ajuda oficial ao desenvolvimento aos países pobres. Eles precisam de vocês!
Adriana Sobreira

21 comentários:

Bruna disse...

É muito triste essa realidade da África.Os governos tinham que preocupar mais com a população,em vez de se preucuparem em encher os bolsos de dinheiro.É uma vergonha pra esse mundo.

Jessica disse...

Muito triste q isso aconteça com um país tão grande como a África

Christiano disse...

mais triste ainda é dizer que a Africa é um pais

wander disse...

e trise ver um pais com crianças morrendo e triste ver uma coisas dessas e essa reelidade e trise de mais eum pais ao grande desse ...

valmir disse...

ola sou o preto mi soul, e muito trite ,temos que cada vez mais ajudar os pobres como nos, os governantes nao se preucupam nao sao os filhos deles, so depende de nos, nao quero que voce so de o peixe para eles matarem a fome por um dia, alem de emsinalos a pescar tambem temos que ajudar a montar as empresas de pescas.www.pretomisoul.blogspot.com sp.

valmir disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Samy disse...

É realmente muito triste que o continente Africano sofrá dessa meneira. Mas não podemos ajudar a Áfica, pois o continente é rico em diamantes, ouro, petróleo etc. O governo deveria se preocupar com a população e explorar este continente, assim , podemos ter alguma esperança se um dia a África poderá ser um continente melhor.

TIAGO disse...

Se os governantes nã fossem tõa corruptos, eles poderiam sim ajudar a Áfricca.

tj disse...

Essa é a realidade do mundo egocêntrico, e também, a falta de amor ao próximo faz com que, a Humanidade permaneça longe de Deus.
Só Jesus tem salvação para todos nós!

juciene disse...

É muito triste e dura essa realidade na África, muitas crianças inocentes morrendo, onde o governo poderia fazer algo para minimizar essa catástrofe que abala ñ só os próprios Africanos, mas quem vê essa situação.

William disse...

acredito que fizeram da Africa o continente da Mãe Terrena como sendo o lixo do planeta, fizeram testes com seres humanos e animais criando essas doenças pra realmente acabar com o povo que nasceu lá na terra sagrada pois hoje oque é sagrado não tem importancia e oque é errado esta na televisão pra crianças e adultos inertes no tempo conssumindo a ordem de Nabucodonosor.

Natasha disse...

tanto que os governos emprestam dinheirio pra outros paises e continentes sendo que não cuida de seu proprio pais ex:aqui no brasil lula emprestou mais de 100 bilhoes de reais para paises e continentes e tem mendigos morrendo na rua e eu sei pq os deputados e tal não aumentaram a aposentadoria por que? porque eles nãovão te a onde tira dinheiro

Natasha disse...

se 1 deputado cuidace mais de seu rabinho ou qualquer outra pessoa importante não aconteceria nada nem no brasil nem na europa e nem mesmo na africa do sul pq os paises que mais nececita de ajuda agora é a africa

Seph disse...

Se as pessoas descobrissem que a Africa é um continente, o mundo seria melhor :D

kesia disse...

muito triste a áfrica e um pais que sofre bastante com a falta de medicos ,isso e muito feio para o governo e uma vergomha muito grande .

Henrique disse...

Af seus fdp.. estuda primeiro antes de falar algo sobre um ''país'' tao pobre como a africa.
Africa - continente .
Seph é nois *-*

Guilherme Souza disse...

Eol acho que se anigamente os europeus tivessem no minimo um pouco de respeito com uma "TERRA NOVA" a Africa naum teria passado, e passando por todas as nescessidades com o saniamento basico. Isso tudo é causa da exploração de ouro e de diamantes que os europeus fizeram quando descobriram o continente Africano. Com todo aquele tesouro a Africa poderia ser potencia mundial como os E.U.A e a China.

Laureen## disse...

Acho que devemos olhar um pouco mais para outros lugares,não que a África não necessite. Esse continente só irá para frente se pararmos de ajudar . Porque os governantes desse continente sabem que quando as pessoas que podem ajudar os outros vão olhar SEMPRE para a África . então Ela nunca será desenvolvida porque tem gente que ajuda pra que?? é assim que os governantes pensam . Claro que isso ao meu ver . mais que ela é necessitada é !!!

PRY disse...

Alguns comentários dizem "é triste..." como se o problema fosse do vizinho. O problema é nosso, é do mundo. A Africa é um continente bomba, preste a explodir e dizimar a metade da população mundial. As doenças como a AIDS, Ebola, Malária etc, estão só esperando uma mutação para se dizimar como uma gripe e destruir uma grande parte da população mundial.

Wesley Silva disse...

FICO MUITO COMOVIDO COM TRISTES REALIDADES QUE PODEM SER SOLUCIONADAS COM ATITUDES CONCRETAS E EFETIVAS.

Wesley Silva disse...

FICO MUITO COMOVIDO COM TRISTES REALIDADES QUE PODEM SER SOLUCIONADAS COM ATITUDES CONCRETAS E EFETIVAS.